Passar para o Conteúdo Principal Top
Voltar ao início

"Mãos que falam" vence 3ª edição do Orçamento Participativo Jovem de Amarante

"Mãos que falam" é a proposta vencedora da 3ª edição do Orçamento Participativo Jovem de Amarante com 39.6% dos votos. Para a implementação do projeto a autarquia atribuirá uma verba até 15 mil euros, prevista no orçamento camarário de 2018.

Os objetivos da iniciativa passam por trazer a Amarante “Fada Juju”, um musical dedicado aos mais novos mas que é também uma lição de inclusão para todos. “Fada Juju” é uma personagem criada pela cantora e intérprete de Língua Gestual Portuguesa (LGP), Paula Teixeira.

“Mãos que falam” tem como grande propósito a inclusão social. Estimular o interesse dos jovens de Amarante para a LGP e sensibilizar a comunidade amarantina para esta diversidade são outros dos fundamentos deste projeto que quer ainda criar condições para a promoção da igualdade e promover o desenvolvimento local.

Bárbara Pereira licenciada em Serviço Social e Sara Dias licenciada em Tradução e Interpretação de Língua Gestual Portuguesa são duas jovens de 23 anos, naturais de Amarante que ambicionam que este “musical diferente possa ser mais um impulso para a constante construção de uma cidade mais inclusiva e dinâmica”. Ambas apresentam uma proposta que ambiciona promover a inovação e a inclusão, sem deixar de destacar as associações do concelho ligadas às diversas deficiências.

Recorde-se que foram apresentadas 10 propostas, das quais 5 foram admitidas à fase de votação pública online, e que cumpriam os requisitos estipulados no Regulamento do OPJ 2017.

As restantes propostas obtiveram a seguinte votação:
- 29,2% - "Saco Amarantino Sustentável"
- 16,7% - "Gerações D´arte"
- 8% - "Harmonia Juvenil"
- 6% - "CUBO, espaço cowork"

24 Jan '18

Documentos